PROMOÇÃO - Magazine Luiza - NÃO PERCA!

Publicidade:

Encontre no blog...

21/11/2010

O medo e a coragem…

medo e coragem375

O medo e a coragem

O “medo” e a “coragem” são dois sentimentos que, embora sendo antagônicos, se inter-relacionam.

O medo, receio, temor, é um sentimento de grande inquietação ante a noção de um perigo real ou imaginário, de uma ameaça ou de um susto ou comprometimento.

A coragem é um sentimento de bravura, de firmeza, de ousadia, de intrepidez, de perseverança, face a um perigo, a um desafio ou a um problema difícil.

O medo, considerado uma das maiores fraquezas do ser humano, impede que muita coisa seja realizada, tanto para o mal como para o bem.

A coragem predispõe à luta, à superação de dificuldades e óbices, ao avanço e ao progresso.

Tanto o medo quanto a coragem, podem ser de ordem material ou de ordem espiritual. Há pessoas que dispõem de uma notável coragem em relação às coisas do mundo: para brigar, para fechar negócios arriscados, para roubar e matar. Mas, acovardam-se ante as dores morais e os reveses naturais da vida.

“Como a vida é sábia o medo nos foi dado de presente, para que possamos nos defender e proteger contra o perigo; e a coragem nos foi dada exatamente para que possamos enfrentar o que tememos... Esses dois poderes que vêm dos nossos sentimentos são ferramentas indiscutíveis para alcançar a vitória ou encarar a derrota do que queremos e não...” (Lygya Maia - texto extraído da Web)

Normalmente, tanto a coragem como o medo podem nos ajudar na prevenção do mal e na consecução do bem, desde que saibamos nos valer desses recursos com equilíbrio e conscientização; o que se consegue através da educação e do exercício.

Luiz Gonzaga S. Ferreira - 21/11/2010

Fonte: Escola da Vida / Escola da Vida II

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do Post? Então espalhe!

Quem está curtindo...

Encontre no blog...

Gostou? Então espalhe!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More