PROMOÇÃO - Magazine Luiza - NÃO PERCA!

Publicidade:

Encontre no blog...

24/02/2009

Como lidar com a limitação de memória da placa gráfica on-board

Como lidar com a limitação de memória da placa gráfica on-board


Se você utiliza placa gráfica onboard, saiba que as chances de um upgrade nesse componente são nulas. As placas gráficas que vêm embutidas na placa-mãe são boas para e-mail, aplicativos de escritório e até mesmo (se você for paciente) para edições de vídeo ocasionais.

Agora, se você usa o PC para jogos pesados ou tarefas mais complexas como edição de vídeos, saiba que a situação exige uma placa gráfica dedicada.

Mas mesmo quem tem uma dessas placas instalada no PC pode melhorar seu desempenho. As fabricantes de placas gráficas, como nVidia e ATI, oferecem ferramentas gratuitas para fazer overclock e, assim, torná-las ainda mais potentes.

Se este não é o seu caso e você possui um PC com chip gráfico onboard, saiba que em muitos casos (nem todos, infelizmente) é possível usar parte da memória principal disponivel para melhorar o desempenho gráfico do sistema. Claro, você terá menos RAM disponível para outros fins, mas você sempre poderá fazer um upgrade disso.

Leia também:
> O que precisa ter um PC para atender às necessidades dos gamers?
> Placa-mãe: o que você precisa saber
> Saiba como a placa-mãe do seu PC é produzida
> Entenda como os chips gráficos melhoram o desempenho de games e aplicações 3D

Para descobrir se isso é possível em seu PC, contate o fornecedor ou verifique nos manuais do hardware. Ou então acesse a BIOS do sistema, da seguinte forma.

Ao ligar o PC, preste atenção em uma das primeiras mensagens que são exibidas. Em nossa máquina de testes, o sistema pede que seja pressionada a tecla DEL para acesso BIOS.

placa_onboard_01

Uma vez lá, clique na aba que leva às configurações avançadas. Caso o seu sistema permita esse tipo de alterações, você verá a opção Chipset disponível. Com as teclas direcionais do teclado (seu mouse estará inativo nesse momento), selecione esta opção e dê Enter.

placa_onboard_02.jpg

Em nosso sistema, escolhemos a opção Northbridge Configuration e, depois, AGP & P2P Bridge Configuration.

placa_onboard_03.jpg

Na configuração atual, a BIOS indica que há 64MB alocados para o buffer de memória de frames VGA. Selecione esta opção e veja o que está disponível lá.

placa_onboard_04.jpg

Como nosso chipset já tem mais de um ano, ele não permite alocar mais memória para isso. Chipsets mais recentes combinados com mais memória RAM instalada vão possibilitar que o usuário escolha alocar uma quantidade maior de memória. Se este for o seu caso, siga em frente.

placa_onboard_05.jpg

Mas e se a opção não estiver lá? Bom, se você utiliza um desktop, então considere a opção de comprar uma nova placa. Existem diversos tipos de placas, desde as mais básicas, para quem procura apenas um bom desempenho, passando pelas intermediárias, que têm um desempenho melhor em jogos mais exigentes, até as topo de linha, para os viciados em jogos.

Já usuários de notebooks estão sem sorte. A falta de opções de update são um dos custos da portabilidade.

Fonte:

1 comentários:

Chefe disse...

Feito, meu velho, tá na mão.

http://manualdobigboss.blogspot.com/2009/02/seu-blog-e-roxie_24.html

Obrigado e grande abraço!!!

Postar um comentário

Gostou do Post? Então espalhe!

Quem está curtindo...

Encontre no blog...

Gostou? Então espalhe!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More