PROMOÇÃO - Magazine Luiza - NÃO PERCA!

Encontre no blog...

06/06/2011

Transição IPv6. O que muda para o usuário final na internet?

Momento transição IPv4 ===> IPv6

Notícia: 8 de Junho, dia Global do IPv6

Verifique se você já está concectado com o IPc6 e se existe alguma previsão de problemas no dia mundial do IPv6, que será no próximo dia 8 de junho de 2011. –> Teste agora: http://test-ipv6.com/


isoc_logo.gifEm 08 de junho de 2011, Google, Facebook, Yahoo, Akamai e Limelight Networks serão algumas das principais organizações a oferecer seus conteúdos através do protocolo IPv6 para um "test drive" de 24 horas. O objetivo do "Test Drive Day" é motivar as organizações de todos os setores - Provedores de Serviços Internet, fabricantes de hardware, desenvolvedores de Sistemas Operacionais e empresas de web - a preparar seus serviços para o IPv6 e assegurar uma transição bem sucedida quando os endereços IPv4 acabarem.

Participem!!!

http://isoc.org/wp/worldipv6day/

A iniciativa, além de chamar a atenção de todos para o tema, ajudará tanto os operadores de redes, quanto os fornecedores de conteúdo, a identificar os problemas relacionados à implantação da pilha dupla nos sítios Web.

Notícia: Teste sua conexão para o Dia Mundial do IPv6.

10/05/2011 as 14:25 por Marcus Grando

O Terra disponibilizou uma página de testes para que os seus usuários possam testar antecipadamente se terão problemas no dia 08/06/2011 (Dia Mundial do IPv6). O teste é simples e se o usuário estiver com problemas, nessa mesma página ele terá uma explicação do que deverá fazer para poder navegar normalmente nesse dia. O usuário que tiver problemas não só deixará de acessar o Terra nesse dia, mas como também não acessará todos outros sites participantes do Dia Mundial do IPv6. Teste agora sua conexão.

 

Terra é 1º portal a se comprometer com o Dia Mundial do IPv6

10/05/2011 as 14:25 por Marcus Grando

Com o esgotamento de endereços IPs do IPv4 nos próximos meses (http://ipv6.he.net/statistics/), as empresas terão que estar preparadas para que suas aplicações e sistemas tecnológicos funcionem em IPv6, a nova versão do protocolo de comunicação na internet. Em pouco tempo, o IPv6 será a única possibilidade para os internautas navegarem na internet, pois são estes endereços que permite a conectividade dos dispositivos à rede mundial. Leia a matéria completa.

Para quem ainda não sabe, estamos em fase de transição para a nova geração do Protocolo Internet IPv6 (Protocolo IP versão 6). Este novo protocolo já vem sendo utilizado há algum tempo, mas agora a sua implantação deverá ser acelerada em função do esgotamento dos protocolos atuais IPv4, previsto aqui no Brasil para qualquer momento entre 2012 e 2014.

 
 
Mas o que muda para nós usuários da internet? Para entendermos um pouco melhor isto, leia abaixo alguns tópicos que relacionei do Comitê Gestor da Internet no Brasil para a nova geração do Protocolo Internet IPV6 :
 

 

O IPv6 para os usuários finais.

(segundo o site http://ipv6.br do Comitê Gestor da Internet no Brasil)

 

IPv6 é abreviação de Internet Protocolo version 6 ou, em português, Protocolo Internet versão 6. Um protocolo consiste num conjunto de regras que permitem a comunicação entre dispositivos. Grosso modo, protocolo é uma "linguagem". O IP é a base da Internet, e a versão utilizada atualmente é a versão 4 (IPv4).

O IPv6 é necessário porque os endereços livres no IPv4 estão se acabando. As previsões indicam que eles se esgotarão por volta de 2010 ou 2011. Sem novos números IP seria muito complicado conectar novos usuários à Internet. Seu crescimento ficaria muito prejudicado. No IPv6 a quantidade de endereços disponível é muito maior que no IPv4, o que permitirá a continuidade do crescimento da rede. Prevê-se que ambos, IPv4 e IPv6, funcionem lado a lado na Internet por muitos anos. Mas, a longo prazo, o IPv6 substituirá o IPv4.

Se compararmos o endereço IP com o endereço de uma casa, com a adoção do IPv6 será como se todas as casas ganhassem um número novo, mas diferente do antigo, como um código. Dessa forma as casas teriam ainda seu número antigo e o novo código: eles não se misturariam ou se confundiriam, porque seriam diferentes. Ambos poderiam ser usados para se chegar às casas, mas quando todas elas recebessem o novo código o antigo poderia ser deixado de lado.

A implantação do IPv6 deve ser transparente para os usuários finais (domésticos). Ou seja, se tudo der certo, pouca coisa mudará: seu computador será configurado automaticamente, a Internet continuará a funcionar e a evoluir, e você notará, com o passar do tempo, mais aplicações facilitando a comunicação fim a fim entre as pessoas, como as de vídeo conferência, voIP e colaboração, entre outras.

Algumas coisas serão mais fáceis. Por exemplo, se você tem uma pequena rede na sua casa, com diversos computadores ou ainda com outros dispositivos, cada um deles terá um endereço IP fixo e válido na Internet. Isso significa que você não precisará mais que um computador ou roteador seja responsável pelo compartilhamento da conexão (tecnicamente, chamamos isso de NAT - Network Address Translation).

Com os IPs válidos, ficará mais simples acessar os dispositivos remotamente, de forma segura. Você poderá, por exemplo, utilizar sua impressora doméstica do computador de seu serviço, se assim o desejar. Alguns outros equipamentos em sua casa poderão também ser ligados à Internet, como fogões, geladeiras, cafeteiras, lâmpadas, câmeras de vigilância, etc; dessa forma você poderá controlá-los ou visualizar seu estado à distância.

Se a implantação do IPv6 falhar, você notará que a Internet continuará a funcionar... Mas, provavelmente, o ritmo em que novas aplicações interessantes aparecem diminuirá bastante. Talvez o acesso à rede também fique mais caro.

O que é o IP?

IP é a abreviação, em inglês, de Protocolo Internet.

Um protocolo nada mais é do que a definição do conjunto de regras e códigos utilizados pelos computadores para se comunicarem em uma rede. No Protocolo Internet, uma dessas regras diz que cada um deles deve ser identificado de maneira unívoca, através de um número, que também leva o nome de IP. Não pode haver mais de um computador usando o mesmo IP em toda a Internet, o que permite que os dados sejam sempre encaminhados ao destino correto.

Pode-se fazer uma analogia entre o número (ou endereço) IP e o endereço, no mundo real e físico, de uma casa. Assim, o protocolo IP pode também ser comparado ao conjunto de regras de trânsito, mapas e sinalização que permitiriam a alguém chegar a esse local.

Como sei se meu computador já utiliza IPv6 ou não?

Neste site (http://ipv6.br) você vê, na parte superior direita da página, um logotipo "IPv6 Brasil", com um globo dentro do 6. Se o globo estiver girando, você já está utilizando IPv6... Se o globo estiver parado, você não utiliza IPv6 ainda.

imageNa parte superior da página, do lado esquerdo do logotipo "nic.br", aparece também o seu número IP. IPs v4 são compostos por 4 conjuntos de números, separados por pontos, por exemplo: 200.160.7.143. IPs v6 são compostos por até 8 conjuntos de números hexadecimais (números de 0 a 9 e letras de A a F), separados por dois pontos, por exemplo: 2001:12ff:0:7::143 (alguns dos 8 conjuntos de números podem ser omitidos e no seu lugar aparece ::).

image

Como posso instalar o IPv6 no meu computador?

Se você utiliza Windows Vista, Windows Seven, Linux, ou Mac OS X, o IPv6 está ativado por padrão.

Se você utiliza Windows XP, digite ipv6 install no prompt de comando.

Obs.: Para acessar o prompt de comando, clique em [Iniciar] <<< [Todos os Programas] <<< [Acessórios] <<< [Prompt de comando].

imageDigite [ipv6 install] e de um [Enter].

image

Observe o o protocolo aparece nas propriedade de conexão da rede

image

Sistemas Windows anteriores ao XP, como o Windows 95, 98 ou o DOS não são compatíveis com o novo protocolo e portanto devem ser substituídos.

Consulte este artigo para mais detalhes.

Você pode também criar túneis IPv6 manualmente, através de tunnel brokers, consulte este e este artigos, sobre o assunto.

ATENÇÃO: Instalar o IPV6 no computador significa apenas que o seu PC já está preparado para usar o novo protocolo, mas não significa que ele já está conectado com o novo protocolo IP. Isto será uma transição lenta e gradual que dependerá do seu provedor de acesso, que irá habilitar o seu novo IP automaticamente…

Como serei afetado com essa mudança?

Fonte: Ajuda Yahoo

Nos próximos meses, seu provedor de acesso à Internet (ISP) começará a fornecer o IPv6 para que você possa utilizá-lo. Apesar das mudanças não serem visíveis, seu provedor também pode recomendar que você faça uma atualização ou substitua algum roteador ou ponto de acesso sem fio, para que possa ser compatível com o IPv6. Quando o seu provedor tiver atualizado seu acesso e seu hardware estiver configurado para esse benefício, você terá acesso ao IPv6.

Como seus sites favoritos oferecem seus serviços em IPv4 e IPv6, seu computador usará a melhor opção disponível automaticamente. A maioria das pessoas não perceberá a diferença na forma como o computador transmite os dados na Internet. No entanto, alguns usuários terão problemas porque seus sistemas não foram configurados corretamente.

No World IPv6 Day, no dia 8 de junho de 2011, o Yahoo! e muitos outros sites importantes publicarão seus sites em IPv4 e IPv6 por um período de 24 horas. Antes dessa data, é possível saber se você será afetado por isso acessando o site de ajuda do IPv6 e clicando no botão de teste. Nossa página de teste identificará se seu sistema é um dos poucos que estão desconfigurados.

O IPv6 é mais seguro do que o IPv4?

Por si só, não. Mas é interessante observar duas coisas:

  • Com a quantidade absurda de endereços IPv6 ficará praticamente impossível para alguém mal-intencionado fazer scan nas redes, à procura de endereços ativos. Scans são como buscas seriais... O atacante vai tentando os endereços, por exemplo: 200.160.5.1 200.160.5.2 200.160.5.3 ..., até que um deles responda. Uma vez que um endereço responde, pode ser realizada a tentativa de invasão, ou outro ataque. Com o IPv6 outros métodos terão de ser usados para descobrir quais IPs existem ativamente e podem ser atacados.
  • Como não há mais NAT no IPv6, a extensão de segurança chamada IPSec funciona bem. O IPSec é pouco usado na prática hoje porque não funciona com o NAT, e pode prover, sim, mais segurança no uso da Internet.

Vou ter de trocar meu modem ADSL/Cable para ter IPv6?

Sim, provavelmente. A maioria dos modems ADSL/Cable hoje instalados não suporta IPv6.

Seu provedor pode oferecer, enquanto a troca não é efetuada, algum mecanismo de tunnel broker, para que você receba endereços IPv6 através de um túnel IPv4, sem a necessidade da troca de equipamentos.

O que eu ganho com o IPv6?

  • A Internet funcionando, crescendo e evoluindo.
  • Endereços IP válidos e fixos, em quantidade suficiente para usar em seus computadores e em outros dispositivos.

Já há provedores fornecendo trânsito IPv6 comercialmente no Brasil?

Para usuários domésticos, até onde sabemos, não.

Para usuários corporativos já há algumas alternativas.

Vou ter de pagar mais para ter IPv6?

Não. Os provedores fornecerão endereços e trânsito IPv6, juntamente com o IPv4, sem cobrar a mais por isso.

Já há sites Internet funcionando com IPv6?

Sim, alguns. Este por exemplo!

Alguns outros sítios interessantes:

Dê uma olhada neste artigo.

Já há algum serviço que funcione exclusivamente com IPv6?

Não há ainda uma killer application em IPv6, ou seja, aquela aplicação tão interessante e útil que deixaria a todos instantaneamente motivados a utilizar o novo protocolo. Mas existem sim, alguns serviços exclusivos para IPv6. A maioria deles ainda é mais uma prova de conceito do que um serviço sério, mas há propostas interessantes, como servidores de IRC, Internet News, Torrents, entre outros, exclusivos para quem já usa IPv6.

Dê uma olhada neste artigo.

Como eu posso ajudar no processo de implantação do IPv6 na Internet?

Pergunte ao seu provedor Internet se ele já tem planos para implantar o IPv6.


Teste se o seu provedor ou rede já possui IPv6


http://test-ipv6.com/
http://ipv6-test.com/

Se a sua conexão da internet ou sua rede doméstica ou corporativa ainda não possui trânsito em IPv6, não se desespere. A transição será gradual e dependerá  a príncípio das grandes empresas de telecomunicações. Entretanto, é importante que você esteja informado e preparado para estas novas mudanças.

É bom lembrar que os sites, serviços e aplicativos também deverão estar preparados para o novo protocolo através de seus servidores. É por isso que dia 8 de junho, grandes empresas, como o Google e o Facebook, farão um teste de 24 horas ofercendo todo o seu conteúdo através do protocólo IPv6, para motivar as empresas todos os setores - Provedores de Serviços Internet, fabricantes de hardware, desenvolvedores de Sistemas Operacionais e empresas de web - a preparar seus serviços para o IPv6 e assegurar uma transição bem sucedida quando os endereços IPv4 acabarem.

E o seu blog ou site, já está preparado para o novo protocolo IPv6? Falaremos sobre este novo tema no próximo artigo…

Opinião

 
Acredito que os tópicos acima ajudaram você a obter um entendimento melhor do que seja a geração IPv6 e a sua implantação. Sugiro que leia o conteúdo completo do Comitê Gestor da Internet no Brasil para ampliar os seus conhecimentos:
 
Leia o Conteúdo Completo >>>>> http://ipv6.br/IPV6/AjudaIPV6Usuario
 
Se desejar se aprofundar um pouco mais, faça o curso básico:ipv6-elearning.png
Aprenda mais sobre IPv6
Nosso e-learning é uma ótima introdução ao protocolo, com aproximadamente 4h de duração.
Se você não é técnico, mesmo assim será capaz de acompanhar os módulos 1 e 2!

Consulte também as apostilas de nosso curso IPv6 básico.

2 comentários:

Midiafire disse...

Esta materia foi escolhida pela nossa equipe para estar na primeira página do midiafire.

veja em: http://www.midiafire.com.br

Se desejar envie esse link para que seja publicado em no nosso site, não é necessário registrar-se

Aguardamos sua visita e desejamos que tenha muito mais visualizações.

Sucesso!

Blogger disse...

Are you looking for free Twitter Re-tweets?
Did you know that you can get these AUTOMATICALLY AND ABSOLUTELY FREE by getting an account on Like 4 Like?

Postar um comentário

Gostou do Post? Então espalhe!

Quem está curtindo...

Encontre no blog...

Gostou? Então espalhe!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More